TELÉGRAFO


Telégrafo, sistema de comunicação baseado num equipamento elétrico capaz de emitir e receber sinais segundo um código de impulsos elétricos. No início, a palavra telegrafia era aplicada a qualquer tipo de comunicação de longa distância na qual se transmitissem mensagens mediante signos e sons.

Os primeiros equipamentos elétricos para transmissão telegráfica foram inventados por Samuel F. B. Morse em 1837, e, nesse mesmo ano, pelo físico inglês Sir Charles Wheatstone, em colaboração com o engenheiro Sir William F. Cooke. O código básico, chamado código Morse, transmitia mensagens mediante impulsos elétricos que circulavam por um só cabo.

Como a telegrafia ficava excessivamente cara para poder ser implantada em todo o planeta, desenvolveram-se diferentes métodos para enviar simultaneamente várias mensagens por uma mesma linha. Na telegrafia duplex, pode-se transmitir uma mensagem simultânea em ambas as direções entre duas estações. Na telegrafia quadruplex, inventada por Thomas Edison, transmitiam-se simultaneamente duas mensagens em cada direção. Em 1915 implantou-se a telegrafia múltipla, para envio simultâneo de oito ou mais mensagens.

Existem basicamente dois sistemas de comunicação telegráfica moderna: o sistema de teleimpressão (teletipo e telex), no qual a mensagem é recebida sob a forma de palavras datilografadas numa folha de papel, e o sistema de reprodução fac-símile, que começou a ficar antiquado na década de 80.

Os impulsos elétricos que formam as mensagens telegráficas podem ser transmitidos através de circuitos com fio ou por meio de ondas de rádio. A utilização de microondas para a transmissão por rádio, no caso das comunicações telegráficas a grande distância em todo o mundo, adquiriu grande importância, tanto quanto o radar, depois da II Guerra Mundial.

Morse, Samuel Finley Breese (1791-1872), artista e inventor norte-americano, conhecido por inventar o telégrafo elétrico e o código Morse.

Em 1843, começou a construção de uma linha de telégrafo experimental. No dia 24 de maio de 1844, Morse enviou sua primeira mensagem: “Quanto trabalho teve Deus!”.

Samuel Morse

Embora conhecido sobretudo por inventar o telégrafo e o código Morse, Samuel F. B. Morse dedicou mais da metade de sua vida à arte e à política. Dedicou-se a projetos como o telégrafo apenas para financiar outros estudos. Contudo, o telégrafo não teve êxito imediatamente, e Morse não alcançou uma posição econômica segura até a última etapa de sua vida.

Morse, Código, sistema de sinais utilizado no mundo inteiro em radiotelegrafia. Este sistema é um alfabeto telegráfico, idealizado pelo norte-americano Samuel F. B. Morse e composto por diferentes combinações de pontos e traços para representar as letras e os números.

Código internacional Morse

O código internacional Morse é um sistema de pontos e traços que se pode utilizar para enviar mensagens mediante uma lanterna, um comutador telegráfico, qualquer outro dispositivo rítmico ou mesmo batendo com os dedos. À medida que o comutador telegráfico sobe e desce, fecha ou abre um circuito elétrico e transmite uma sinal em forma de impulsos elétricos. No código internacional Morse, cada letra ou número é representado por uma combinação de traços e pontos: uma traço tem uma duração equivalente a três pontos. O sinal do código Morse mais conhecido é o pedido de socorro: ponto ponto ponto, traço traço traço, ponto ponto ponto (SOS).

Telégrafo original de Morse

Em 1837, Samuel Morse, dos Estados Unidos, e Charles Wheatstone e William F. Cooke, da Grã-Bretanha, inventaram os primeiros aparelhos telegráficos elétricos. Morse transmitiu a primeira mensagem telegráfica pública em 1844. A figura mostra o aparelho original de recepção de Morse.





Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Custom Mundo Blogger |Widget by Abu Farhan